Imasul sinaliza trecho de trilha aquática que passa pelo Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), está realizando a sinalização rústica de 61 km de trilha aquática da Rota dos Pioneiros, no trecho localizado dentro da área do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema – PEVRI, Unidade Conservação Estadual administrada pelo Instituto.

“O Governo do Estado está promovendo melhorias nas unidades de conservação estaduais, em termos de infraestrutura e regramento para ampliar as possibilidades de incentivo ao uso público desses espaços. A sinalização desse trecho da Rota dos Pioneiros, dentro do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema permite o desenvolvimento de ações para incrementar o turismo na região”, comenta o secretário adjunto da Semagro, Ricardo Senna.

A Rota dos Pioneiros é uma trilha de longo curso (com cerca de 400 quilômetros), que deve conectar as unidades de conservação do rio Paraná e de seus afluentes, como o rio Ivinhema – que dá nome ao Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema. No Interior do Parque, são 61 km de trilha, passando pelos rios Baia (4km), Curutuba (26km) e Ivinhema (31km).

Até o momento, foram sinalizados 29 km do trecho da trilha dentro do Parque. O trabalho foi retomado pelo Imasul no final de setembro e vai conectar o Parque Estadual ao Porto Natal, município de Querência do Norte-PR. De acordo com Reginaldo de Oliveira, gestor do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema, “o trabalho de sinalização conta com o apoio de voluntários e havia sido interrompido por conta da pandemia da Covid-19. Ele foi retomado com as devidas medidas sanitárias com o intuito de motivar as outras regiões por onde a trilha passa a realizar o mesmo trabalho. Apesar dessa movimentação, o Parque permanece fechado, assim como as demais unidades e conservação estaduais”, comenta Reginaldo de Oliveira.

Este trecho da trilha já é utilizado comercialmente com passeios de caiaque tendo como início o Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema. Nele, o visitante passa por ilhas e canais em uma região rica em biodiversidade e vegetação exuberante. É possível observar jacarés, bugios e capivaras ao longo da trilha aquática. É comum encontrar o cervo-do-pantanal. Para os praticantes da observação de aves, o trecho oferece a possibilidade de encontrar algumas das 303 espécies presentes na Unidade de conservação estadual administrada pelo Imasul.

Rota dos Pioneiros

A Rota dos pioneiros é dividida em 3 regiões: rio Paranapanema, conectando o Parque Estadual do Morro do Diabo e a Estação Ecológica do Caiuá, rio Paraná conectando a Estação Ecológica do Caiuá ao Parque Nacional de Ilha Grande, passando pelo Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema – região que está sendo implantada nesta primeira etapa – e, finalmente, o lago de Itaipu, conectando o Parque Nacional de Ilha Grande ao Parque Nacional do Iguaçu.

Por: Marcelo Armôa – Semagro/ Governo MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *