Campanha para regularizar situação de inscritos no Cadúnico é prorrogada

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS) prorrogou, até dia 20 de maio, a campanha “Não Perca seu Benefício”, que tem o objetivo de regularizar a situação dos inscritos que estão com o Cadastro único desatualizado.

A resolução foi publicada na edição desta quinta-feira (20) do Diário Oficial do município. A campanha foi lançada em novembro e seria encerrada neste mês de janeiro, mas foi ampliada para, neste segundo momento, focar nos 12.469 usuários do Benefício de Prestação Continuada (BPC), também conhecido por LOAS, que estão com o cadastro desatualizado. No total o município conta com 29.255 usuários do BPC, que é o pagamento de um salário mínimo por mês ao idoso com idade igual ou superior a 65 anos ou à pessoa com deficiência de qualquer idade que não têm meio de prover à própria subsistência ou de tê-la provida por sua família.

O objetivo da campanha é buscar o maior número de beneficiários com o Cadastro desatualizado, além de realizar ações de busca ativa às famílias inscritas no CadÚnico para promover a atualização dos dados.

Mesmo antes do lançamento da campanha, a Prefeitura, por meio da SAS, já realizava um trabalho de conscientização da importância da atualização dos dados, tanto que em julho havia 84.180 famílias com cadastro desatualizado. Já em dezembro o número caiu para 61.212. Quanto ao número de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil (antigo Bolsa Família), que estavam com os dados desatualizados, o número caiu de 20.280 para 9.730 no final do ano, o que representa 52% no total de cadastros que foram atualizados.

“Os resultados da campanha até o momento são excelentes, houve uma grande mobilização das equipes e boa parte das famílias nos procuram para atualizar os cadastros, porém ainda precisamos avançar em relação às famílias mais vulneráveis”, ressaltou a gerente do Cadastro único da SAS, Viviane Brandão.

O recadastramento pode ser feito em um dos 21 Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e nos quatro Centros de Convivência, além da Central do Cadastro único, localizada na Rua dos Barbosas, 321, bairro Amambaí.

Além do Auxílio Brasil e do BPC, um dos benefícios mais importantes que também depende do usuário estar com o cadastro atualizado é a tarifa social de energia elétrica, que é um desconto na conta de luz, fornecido pelo Governo Federal às famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único ou que tenham entre seus membros alguém que seja beneficiário do BPC.

O desconto é dado de acordo com o consumo mensal de cada família, que varia de 10% a 65%.

Dados

De acordo com dados do Ministério da Cidadania, pelo menos 344 mil pessoas estão inscritas no CadÚnico em Campo Grande. Já o número de famílias totaliza 149.382, de acordo com levantamento realizado em novembro. Atualmente o município de Campo Grande possui 45.965 famílias beneficiárias do programa Bolsa Família.

O horário de atendimento nas unidades é das 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas. Na Central do Cadastro Único, localizado na SAS, o horário é das 7h30 às 11 horas e das 13 às 17h30.

Em caso de dúvidas, o usuário pode entrar em contato pelo telefone (67) 3314-4482, ramais 6152, 6037 e 6038.

A Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec), criou uma consulta on-line no site da Prefeitura para que as famílias possam verificar sua situação cadastral. Para isso, basta acessar o link http://www.campogrande.ms.gov.br/sas/consultanis/#resultado_busca   e verificar tanto a lista de usuários do Auxílio Brasil quanto de beneficiários do BPC que necessitam atualizar seus dados.

Fonte: PMCG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *